Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

AVALIAÇAO DO GRAU DE CONCORDANCIA ENTRE O ESCORE DE GLEASON DA BIOPSIA PROSTATICA COM O DA PEÇA CIRURGICA EM PACIENTES SUBMETIDOS A PROSTATOVESICULECTOMIA RADICAL

Introdução, Material, Método, Resultados, Discussão e Conclusões

-Introdução:
O câncer de próstata (CP) é o tumor mais incidente entre os homens, sem considerar os tumores de pele não melanoma. Estima-se que em 2018 e 2019, cerca de 68.220 novos casos de CP em todo o país, na região Sul 14.290 casos novos. A região Sul apresenta maior taxa de incidência, com 96,85/100 mil, enquanto a média nacional é de 66,12/100 mil homens. Os principais parâmetros para o diagnóstico, prognóstico e tratamento do CP se baseiam na dosagem do antígeno prostático (PSA) e no escore de Gleason, obtido pela biópsia transretal.
-Objetivo:
Este estudo avalia o grau de concordância entre o escore obtido através da biópsia transretal e do espécime cirúrgico após ressecção.
-Método:
Trata-se de estudo observacional de corte transversal, com dados retrospectivos, no qual foi realizada a análise dos prontuários médicos dos pacientes com diagnóstico anatomopatológico de adenocarcinoma prostático, submetidos a prostatovesiculectomia radical entre os anos de 2012 e 2018 em um hospital de referência no tratamento de câncer de próstata na região oeste de Santa Catarina. A partir dos prontuários selecionados, foi avaliado o escore de Gleason no momento da biópsia, e comparado com o escore de Gleason na peça cirúrgica. Para medir o grau de concordância entre a biópsia e a peça cirúrgica, foi utilizado o Teste ou Coeficiente Kappa. Além disso, foram analisados dados clínico patológicos dos pacientes com os seguintes parâmetros: idade, raça, PSA, Escore de Gleason da biópsia e estadiamento TNM. Tais dados foram compilados através do software Statistical Package for the Social Sciences (SPSS).
-Resultados:
Na amostra analisada, o grau de concordância entre o escore de Gleason da biópsia da próstata por agulha e da respectiva peça cirúrgica da prostatovesiculectomia radical é de 52,74%. O perfil epidemiológico identificado foi de pacientes com uma idade média de 63,39 anos, média do PSA ao diagnóstico de 12,52; com a predominância da raça branca, representando 90,25% da amostra, seguido pela parda e amarela, com 3,65% cada e o estadiamento TNM mais encontrado foi pT3 com 51,66% da amostra.
-Conclusão:
A região oeste de Santa Catarina tem potencial para melhorar a agilidade no diagnóstico e tratamento do câncer de próstata, especialmente através de campanhas de rastreio mediadas pela Atenção Básica

Palavras Chave

Biópsia de próstata; Escore Gleason; PSA; Anátomo Patológico

Área

Câncer de Próstata Localizado

Instituições

UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA REGIONAL DE CHAPECÓ – UNOCHAPECÓ - Santa Catarina - Brasil, UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL - Santa Catarina - Brasil

Autores

Marcelo Zeni, Bruno Vinicius Duarte Neves, Tácio Oliveira, JOÃO MARCOS SOARES MIRANDA CORDEIRO, ROGGER ELANO HOELTGEBAUM RODRIGUES, SARAH FRANCO VIEIRA DE OLIVEIRA MACIEL