Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

PERFIL DE USO DE TABACO EM PACIENTES COM CARCINOMA DE CÉLULAS RENAIS: revisão integrativa de literatura

Introdução, Material, Método, Resultados, Discussão e Conclusões

Introdução: Carcinoma de células renais(CCR) é a terceira neoplasia geniturinária mais prevalente. Possui elevada taxa de mortalidade devido ao difícil diagnóstico precoce. Está associado a fatores ambientais como tabagismo. A cessação do uso do tabaco faz parte do tratamento e prevenção do CCR.Objetivos:Identificar evidências literárias sobre o perfil de uso do tabaco em pacientes com CCR. Métodos:Revisão integrativa de literatura seguindo seis passos: elaboração da pergunta norteadora, delineamento de critérios de exclusão e inclusão, categorização dos estudos,avaliação da amostra final,interpretação dos achados e síntese conclusiva. Foi realizada busca nas bases de dados Pubmed, IBECS,LILACS,Scielo,Portal CAPES. Critérios de inclusão:estudos publicados entre 1968 e 2019,disponíveis na íntegra,publicados nos idiomas
português,inglês e espanhol. Critérios de exclusão: artigos de revisão,teses e dissertações. Resultados:Foram selecionados 17 artigos para a amostra final,sendo provenientes de Estados Unidos da América(13),Dinamarca(2),Canadá(1) e Espanha(1).Após análise dos dados,emergiram cinco categorias analíticas:Perfil de uso do tabaco; Prognóstico;Cessação de tabagismo;Características moleculares e histopatológicas do câncer; Conhecimento da população sobre tabagismo como fator de risco.Observou-se a influência do tabagismo passivo,consumo de tabaco não fumado e proporcionalidade entre a carga tabágica e o desenvolvimento da doença. Evidenciou- se doença mais agressiva entre os tabagistas, com maior número de tumores multifocais, metástases linfonodais e a distância.Identificou-se que pacientes que cessaram o tabagismo por 10 ou mais anos apresentaram risco similar ao de não fumantes. Observou-se aumento da expressão da P53 em pacientes tabagistas, bem como características histopatológicas mais agressivas quando comparados a pacientes não tabagistas. Apenas um estudo evidenciou o nível de conhecimento da população acerca da relação entre tabagismo e câncer renal.Conclusões:A associação entre
tabagismo e o desenvolvimento de CCR é bem estabelecida na literatura internacional.Há escassez de publicações sobre o perfil de uso do tabaco entre
pacientes com este câncer,ainda que tenha se mostrado forte modificador da doença nos estudos analisados. Há carência de estudos acerca do nível de conhecimento da população sobre a relação entre tabagismo e esta neoplasia,sendo necessários mais estudos sobre a temática a fim de direcionar medidas de prevenção ao CCR.

Palavras Chave

Tabagismo
Neoplasias renais

Área

Câncer de Rim

Instituições

Faculdade de Medicina de Marília - Sao Paulo - Brasil

Autores

Gabriela Soares Correia , Beatriz Mota Ferreira Faria, Yuri Bonicelli Crempe, João Gabriel Pacetti Capobianco