Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

TUMOR RENAL DURANTE A GESTAÇÃO: UM ACHADO INESPERADO

Introdução, Material, Método, Resultados, Discussão e Conclusões

INTRODUÇÃO: A incidência de câncer renal vem aumentando em todo mundo, anualmente 3,8% das neoplasias registradas nos Estados Unidos. É a 2° neoplasia mais comum do trato urinário, dentre elas a mais letal. No Brasil a incidência varia de 7-10 casos para cada 100.000 habitantes/ano, sendo em gestantes de 1/1000, uma combinação rara que demanda discussão a respeito.
OBJETIVO: Relatar caso de gestante com tumor renal raro e os aspectos relacionados a integridade materno/fetal. Avaliar as variáveis terapêuticas e o momento oportuno, considerando todas as condições.
METODO : Gestante (G1P0A0), 27s6d, 17 anos, atendida no Hospital das Clínicas (HC/UFG) apresentava, ao exame, tumor que se estendia de flanco direito até linha mediana, em íntimo contato com útero gravídico. Ressonância magnética (RNM) demonstrou volumosa lesão renal envolvendo o rim direito, medindo 16,6x10,9x11cm. Foi optado pela cirurgia e nefrectomia total, sem interrupção da gestação. A cirurgia ocorreu na 29° semana de gestação. No intraoperatório visualizada extensa lesão renal, sem planos de clivagem, aderida a estruturas adjacentes, heterogênea, hipervascularizada e friável. A paciente evoluiu com sangramento e choque durante a ressecção, demandando cesárea. O RN obteve notas Apgar 3 e 6 e foi reanimado pela equipe neonatal. A ressecção foi feita sem mais intercorrências.
RESULTADO: O exame histopatológico diagnosticou a lesão como Sarcoma de Ewing. Paciente evoluiu no 2° mês de pós-operatório com dor abdominal e vômitos incoercíveis. Tomografia de abdome demonstrou recidiva local com compressão duodenal. Encaminhada para oncologia, que deu início a quimioterapia.
CONCLUSÃO: Existem menos de 100 casos relatados de tumores renais em gestantes, com diferentes condutas. Neste caso, o tamanho tumoral, a localização e a idade gestacional corroboraram para a decisão por nefrectomia imediata. Carcinoma de células renais corresponde a 50% dos tumores primários do rim em gestantes. Sarcoma de Ewing é um tipo raro de tumor primário do rim, pouco diferenciado, muito agressivo e geralmente de grande tamanho ao diagnóstico. Foram descritos 107 casos, sendo apenas 1 relatado em uma gestante. A evolução pós nefrectomia foi desfavorável neste caso, com óbito fetal e recidiva precoce da neoplasia, dada sua agressividade histológica. Em gestantes, permanece sempre o desafio terapêutico.

Palavras Chave

Câncer Renal; Sarcoma de Ewing; Gestação

Área

Câncer de Rim

Instituições

Departamento de Cirurgia Universidade Federal de Goiás (HC/UFG) - Disciplina de Urologia – (Goiânia- GO) - Goias - Brasil

Autores

Yuri Kossa Barbosa, Hudson Sousa Ribeiro , Matheus Fagundes Azevedo, Marcio Rodrigues Costa , Rodrigo Alexandre Trivilato, Rodrigo Rosa Lima , Nadim Chater , Bernardo Monteiro Barreira