Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

AVALIAÇÃO DO PAPEL DA HEPARANASE-1 (HPSE1) PRODUZIDA POR CÉLULAS TUMORAIS PROSTÁTICAS NA DIFERENCIAÇÃO E POLARIZAÇÃO DOS MONÓCITOS HUMANOS (THP-1) EM MACRÓFAGOS

Introdução, Material, Método, Resultados, Discussão e Conclusões

Introdução: Investigações sobre o câncer de próstata, em modelos experimentais in vitro, evidenciam diversas linhagens celulares derivadas de câncer de próstata humano como é o caso da linhagem PC3. Entre outras células do tecido conjuntivo atuando em cooperação com as células tumorais células, destacamos os macrófagos M1, promovendo respostas antitumorais, e M2, relacionado com a progressão do tumor. Densos infiltrados dos macrófagos associados a tumor são observados no câncer de próstata, tendo como componente significante o fenótipo M2. A molécula HPSE1 está relacionada a polarização desses leucócitos, tanto para o fenótipo pro-inflamatório quanto pro-tumorigênico. A HPSE1 é uma enzima que tem a capacidade de clivar as cadeias de heparan sulfato presentes em alguns proteoglicanos, assim liberando várias outras moléculas na matriz extracelular. Quando superexpressa no tumor, ela pode iniciar ou aumentar processos relacionados ao desenvolvimento tumoral, atuando nos processos de metástase, proliferação de células tumorais e neovascularização.
Objetivo: Analisar a diferenciação fenotípica e polarização in vitro de monócitos humanos (THP-1) em macrófagos na presença de HPSE1 presente no meio condicionado da cultura de células PC3 e seu clone com inibição estável HPSE1 (PC3 shHPSE).
Métodos: Este estudo verificará a produção de citocinas pró e anti-inflamatórias (IL-1 e TNF-) através do ensaio de ELISA e de atividade de peroxidase. Também será verificado por microscopia de luz o fenótipo dos macrófagos diferenciados, assim como a expressão de marcadores celulares das populações de macrófagos diferenciados (CD206 (PE-Cy7), anti-CD163 (PercP) e anti-HLADR (MHC II)(PE-Cy7)), a partir da linhagem THP-1 em M1 e/ou M2 pela presença de HPSE1 por citometria de fluxo.
Resultados esperados: Estudos evidenciam uma forte correlação entre a expressão da HPSE-1 no microambiente tumoral e a presença de macrófagos tipo M2, principalmente durante o processo de progressão tumoral. Neste estudo esperamos encontrar esta correlação mais íntima, como a direta participação da HPSE1 nesta modulação fenotípica e fisiológica dos macrófagos associados ao tumor.
Conclusões: Este estudo encontra-se em fase de padronização da diferenciação dos monócitos humanos THP-1 em macrófagos e da coleta de meio condicionado pelas células tumorais prostáticas. Não podemos exibir quaisquer resultados neste momento por se tratar de um estudo em fase inicial.

Palavras Chave

HPSE-1; câncer de próstata; macrófagos

Área

Câncer de Próstata Metastático

Instituições

Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ) - Sao Paulo - Brasil

Autores

Thais Noto Faria, Ronei Luciano Mamoni, Débora Chaves Cajazeiro, Taize Machado Augusto