Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

NODULO IRMA MARIA JOSE COMO APRESENTAÇAO CLINICA DE NEOPLASIA UROTELIAL MALIGNA DE BEXIGA

Introdução, Material, Método, Resultados, Discussão e Conclusões

Introdução: Metástases umbilicais tendo sitio primário órgão localizado em abdome ou pelve são, por definição, chamadas de Nódulo Irmã Maria José (Sister Mary Joseph Nodule - SMJN). Esse tipo de metástase é raro no câncer urotelial.

Objetivo: Apresentar caso raro de SMJN em paciente com neoplasia urotelial maligna de bexiga avançado.
Método: Relato de caso e revisão bibliográfica

Caso clínico: Paciente masculino, 74 anos, encaminhado ao ambulatório de Uro-Oncologia do Hospital Regional do Oeste, com suspeita de neoplasia maligna de bexiga em ecografia, apresentando dor em região umbilical e hematúria macroscópica. Ao exame físico, apresentava lesão umbilical violácea, endurecida e dolorosa à palpação. Exames de imagem adicionais (tomografias de abdome e tórax, ressonância de pelve e cintilografia óssea), continham sinais de extensão local e hidronefrose à direita, mas sem sinais de metástases viscerais ou linfonodais detectáveis aos métodos. Foi submetido então à ressecção transuretral de bexiga e toque bimanual sob anestesia, com achado de massa pélvica aderida às adjacências; anatomopatológico confirmou carcinoma urotelial com invasão de gordura perivesical (pT3). Foi realizada laparotomia, com achado de múltiplos implantes tumorais peritoneais; realizada então derivação urinária paliativa (Bricker) e ressecção da cicatriz umbilical, cuja análise histológica revelou neoplasia urotelial na cicatriz umbilical.

Discussão: O câncer de bexiga é o nono câncer mais incidente no mundo e ocorre mais comumente no sexo masculino, e fortemente associado ao tabagismo. O carcinoma urotelial representa cerca de 90% de todos os casos. Seus principais sítios de metástase são linfonodos, pulmões, ossos. Metástase umbilical proveniente de órgão abdominal ou pélvico é conhecida como SMJN; pode surgir como o primeiro sinal de uma neoplasia abdominal metastática. Geralmente está mais relacionado a tumores gástricos, pancreáticos, com poucas descrições de casos de tumores uroteliais. A presença desse sinal está relacionada a prognostico reservado, com baixa taxa de sobrevida após seu aparecimento.

Conclusão: O SMJN é um sinal de metástase de neoplasias abdominais, raramente visto, porém quando presente tem valor prognóstico importante. Geralmente está relacionado a tumores gástricos e ginecológicos, podendo estar presente em outros tipos de cânceres, como no presente relato, onde se relacionou a neoplasia urotelial avançada.

Palavras Chave

metástase umbilical, câncer de bexiga, nódulo irmã maria josé

Área

Câncer Bexiga

Instituições

Hospital Regional de Chapecó - Santa Catarina - Brasil, UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL - Santa Catarina - Brasil

Autores

Bruno Vinicius Duarte Neves, Marcelo Zeni, Lia Regina de Sampaio, Vanessa De sampai Dias, Filipe Tognet, Guilherme Humberto Schmidt Probst, Matheus Pelinski da Silveira, Rogger Elano Hoeltgebaum Rodrigues, Deoclecio Luchini Jr.