Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

NEFRECTOMIA EM PACIENTES COM CANCER RENAL METASTATICO EM USO DE TERAPIA ALVO

Resumo

Introdução: O carcinoma de células renais é conhecido no cenário da oncologia pelo seu prognóstico ruim decorrente da alta incidência de metástase e da mortalidade. Diante disso, ao longo dos anos, houve uma evolução na proposta de tratamento destes pacientes com objetivo de melhorar a sobrevida global (OS), isso levou à terapêuticas que foram desde a abordagem cirúrgica, até o uso de interferons e, atualmente, os inibidores de tirosina kinase (TKI). Contudo, novos estudos como o SURTIME e o CARMENA, demonstraram bons resultados com a nefrectomia citorredutora (NC) em associação aos TKI para os pacientes com carcinoma de células renais metastático trazendo a cirurgia de volta em destaque para o tratamento deste câncer.
Objetivos: Analisar os benefícios do uso da NC em associação às terapias alvo para a melhora da OS nos pacientes com carcinoma de células renais metastático.
Métodos: Trata-se de uma revisão sistemática de literatura realizada nas bases PUBMED e LILACS. Foram selecionados ensaios clínicos e coortes publicados entre 2015-2020, em pacientes com diagnóstico de carcinoma renal metastático comparando a OS naqueles que estavam em uso de terapia alvo submetidos ou não à NC. Artigos duplicados, com baixo nível de evidencia, revisões de literatura e meta analises e aqueles que não atendiam aos objetivos deste estudo foram excluídos.
Resultados: Dos artigos encontrados, 10 foram selecionados sendo nove coortes e um ensaio clínico randomizado. Nestes, os principais achados foram: (1) na maioria dos estudos a NC era realizada antes da terapia alvo (n=8/10); (2) o medicamento mais utilizado era o Sunitinib (n=7/10); e (3) na maioria dos estudos houve maior OS quando havia NC em associação à terapia alvo, em comparação a esta terapia sozinha (n=8/10). Esta melhora da OS foi mais consistente nos pacientes que apresentavam prognósticos melhores, como pacientes jovens, com menos metástases e com escores positivos em escalas de prognóstico. Contudo, ainda não há certeza sobre o que determina a boa resposta ao tratamento e quais pacientes são elegíveis para o mesmo.
Conclusões: É possível inferir que há uma melhor sobrevida global nos pacientes submetidos à nefrectomia citorredutora combinada à terapia alvo, porém faz-se necessários estudos randomizados para comprovar seus efeitos e definir os critérios de elegibilidade para o melhor aproveitamento deste tratamento.

Palavras Chave

nefrectomia citorredutora; carcinoma de células renais metastático; sobrevida global; terapia alvo

Área

Câncer de Rim

Instituições

Universidade de Rio Verde - Goiás - Brasil

Autores

LARISSA DE ASSIS TIMPONE , JENIFER SAYURI TAKAHASHI SUNAHARA TEODORO, VICTOR ANTÔNIO PAULINO DA SILVA, MARÍLIA DAVOLI ABELLA GOULART, BÁRBARA JEOVANNA RODRIGUES DE MOURA, LAURA RIBEIRO MARTINS LEMES, LAURA FERREIRA GONÇALVES, MARIA EDUARDA COSTA LÔBO SAHIUM, LETICIA BORGES PAES LEME, JÚLIA FREIRE PONTES