Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

INTERNAÇÕES POR CÂNCER DE PRÓSTATA NO BRASIL EM TEMPOS DE COVID-19: UMA COMPARAÇÃO ENTRE 2019 E 2020

Resumo

INTRODUÇÃO: O câncer de próstata é a neoplasia maligna que possui maior incidência na população masculina, se não considerarmos os tumores de pele não melanoma. A Organização Mundial da Saúde (OMS), indica que o câncer de próstata é o segundo mais comum em homens, correspondendo a 13,5% de todos os cânceres no mundo, ficando atrás apenas do câncer de pulmão. No atual contexto pandêmico do COVID-19, fez-se necessário medidas sanitárias, que associadas ao medo à exposição viral resultaram em uma menor busca por assistência médica. Assim, faz-se necessário levantar dados e tecer comparações se houveram reduções nas internações de pacientes portadores do câncer de próstata, no período pandêmico de 2020 em relação a 2019. OBJETIVOS: Comparar o número de internações por câncer de próstata nas regiões brasileiras, entre 2019 e 2020. MÉTODOS: Trata-se de um estudo observacional, de corte transversal e retrospectivo, realizado a partir de dados secundários obtidos do Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS), provenientes do DATASUS (Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde do Brasil). Foram incluídos pacientes portadores de neoplasia maligna de próstata com idade a partir de 50 anos, com análise temporal nos anos 2019-2020 nas regiões brasileiras. Os dados foram coletados no dia 16 de Março de 2021. A variável analisada foi a faixa etária. Dispensa-se a apreciação pelo Comitê de Ética em Pesquisa por serem utilizados dados públicos, sem identificação dos participantes. Resultados: Contabilizou-se 34.143 internações de pacientes portadores de neoplasia maligna prostática com idade a partir de 50 anos em 2019 no Brasil. Em 2020, este número foi de 29.259, tendo, então, uma redução de 4.884 internações, o equivalente a 14,30% a menos de pacientes internados em relação a 2019. A região com maior número absoluto de internações é a Sudeste, com 17.992 pacientes em 2019 e 15.177 em 2020, demonstrando uma redução de 0,82%, seguida da região Nordeste, com 0,29% a menos de internamentos, Sul com 0,07% e Centro-Oeste com 0,46%. A região Norte manteve uma média de 2,82% de internações. CONCLUSÕES: Observou-se uma queda de aproximadamente 14% no número de internações por câncer de próstata em 2020 em relação a 2019 nas regiões brasileiras. Portanto, conclui-se, que o atual cenário pandêmico de enfrentamento ao COVID-19 é o responsável pelo decréscimo das internações em detrimento as medidas de combate que exigem um isolamento social.

Palavras Chave

Câncer, Neoplasias da Próstata, COVID-19, internações

Área

Câncer de Próstata Localizado

Instituições

Centro Universitário de Tecnologia e Ciências (UniFTC) - Bahia - Brasil, Universidade Salvador (UNIFACS) - Bahia - Brasil

Autores

LETÍCIA SANTOS DA PAIXÃO, GABRIELA FERREIRA CAMPELO, TAIRONE MATOS DE LIMA JUNIOR, CAROLINA SANTOS GONDIM NASCIMENTO, LAÍS CRISTINA PEREIRA DA SILVA , JULLYANA FERREIRA BRASIL, MÁRCIO JAMERSON PINHEIRO LUCIO, VANESSA ARGOLO TORRES, VANESSA BRITO RAMOS, ISABELLE MARIA DOS ANJOS CHAVES