Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

IMPACTOS DA PANDEMIA PELO COVID-19 NO CANCER DE PROSTATA

Resumo

Resumo: O câncer de próstata é o tumor consueto entre homens com mais de 50 anos, sendo que na maioria dos casos, seus sintomas se apresentam assintomáticos. O objetivo deste trabalho visa a análise dos casos de câncer de próstata durante a pandemia de COVID 19. Trata – se de uma revisão sistemática baseada em dados da Scielo/PubMed. Os trabalhos analisados apontam quedas de início de tratamentos contra câncer de próstata entrementes à crise sanitária atual. Constatou-se que a diminuição da adesão à terapêutica precoce, sucederá o crescimento da mortalidade dos pacientes. Introdução: O câncer de próstata tem uma alta incidência entre os homens, o que se torna de suma importância ter um diagnóstico precoce e um tratamento adequado. No entanto, no momento atual com a pandemia pelo COVID 19 essa comorbidade se agravou por falta de adesão das consultas pelo paciente. Com isso, trouxe repercussões negativas para um bom prognostico para essa doença preocupante. Objetivo: Analisar os casos de câncer de próstata em uma época atípica, como a pandemia pelo COVID 19. Mostrar uma situação agravante de retardo tanto no início do tratamento, quanto na adesão, implicando em uma situação alarmante para o paciente. Métodos: Revisão sistemática de trabalhos publicados em periódicos científicos que abordam o cenário atual de pacientes com câncer de próstata relacionados ao COVID, analisando o nível de morbidade, na base de dados Scielo/PubMed. Resultados: No Brasil houve uma queda de 70% das cirurgias oncológicas e redução de 50% das biópsias enviadas para análise. Estimou-se que 50 mil brasileiros deixaram de receber diagnóstico de câncer nos dois primeiros meses de pandemia (entre março e maio de 2020). Do ponto de vista oncológico a diminuição de 56,2% de novas consultas causará alta mortalidade nos próximos anos. Conclusão: Através dos periódicos científicos coletados e analisados, notou-se que a crise sanitária atual trouxe prejuízos para adesão de novos tratamentos e manutenção daqueles em curso, além disso houve agravo no estado, já depressivo, destes pacientes. Dessa forma, conclui-se que a pandemia pelo COVID-19 corroborou negativamente para piora do tratamento e bom estado da saúde dos pacientes analisados.

Palavras Chave

Câncer de próstata, COVID- 19, Tratamento.

Área

Câncer de Próstata Localizado

Instituições

Universidade de Rio Verde - Goiás - Brasil

Autores

LAURA HELLENNA MAIA COTIAN, WALLYSON MACIEL OLIVEIRA, LAURA BEATRIZ MAIA DE OLIVEIRA, LETÍCIA DE ALBUQUERQUE ALMEIDA, GUILHERME ALVES VIEIRA, MARCELO DA SILVA FREITAS