Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

PENECTOMIA: QUALIDADE DE VIDA E SATISFAÇAO SEXUAL - REVISAO DE CASOS NO SERVIÇO DE UROLOGIA DO HOSPITAL SAO LUCAS DA PUCRS

Resumo

Introdução: A neoplasia de pênis é mais frequente nos países em desenvolvimento, onde 1% dos homens apresentam esta doença. No Brasil, há diferenças na prevalência, sendo maiores nas regiões norte/nordeste em comparação com as demais. O tratamento da lesão primária frequentemente requer penectomia parcial ou total, com a necessidade de obtenção de margens livres de tumor, o que nem sempre possibilita resultados funcionais satisfatórios. A amputação do falo é uma situação complexa de vários pontos de vista, incluindo o aspecto psicológico do paciente, sendo de extrema importância um suporte familiar adequado.

Objetivos: O objetivo geral deste projeto é revisar os casos de penectomias realizados no Serviço de Urologia do Hospital São Lucas da PUCRS de Porto Alegre no período de 2019 a 2020, para avaliar dados de desfecho dos pacientes submetidos a cirurgias urológicas de penectomia; implementar questionário de avaliação de qualidade de vida e satisfação sexual.

Métodos: Estudo transversal, retrospectivo na inspeção dos pacientes que já receberam tratamento cirúrgico e prospectivo a partir da implementação gradual de questionário de qualidade de vida (The World Health Organization Quality of Life – WHOQOL - bref) e satisfação sexual (Nova Escala de Satisfacão Sexual - NSSS). Questionários aplicados por integrantes da pesquisa que não tiveram relação direta com a cirurgia. Foram incluídos no projeto os pacientes submetidos a penectomia entre 2019 e 2020.

Resultados: 8 pacientes submetidos a amputação peniana nos últimos dois anos no HSL foram contatados para a aplicação dos questionários sobre qualidade de vida e satisfação sexual aap o tratamento recebido. Nenhum dos pacientes havia sido avaliado previamente ao tratamento com os parâmetros utilizados. Dois faleceram. O estudo segue em andamento, e os dados dos questionários serão correlacionados com variáveis como idade na data da cirurgia, estadiamento patológico, tipo de cirurgia, entre outros. Acreditamos encontrar pontos específicos nesses pacientes nos quais poderemos criar uma estratégia multidisciplinar para adequada assistência pós operatórios psicoterapêuticas.

Conclusões: O tipo histológico do câncer de pênis mais comum é o carcinoma escamocelular, tendo os do estudo seguido o mesmo padrão. Idealmente se deveria avaliar qualidade de vida e função sexual antes e após o tratamento da neoplasia de pênis, aspectos muitas vezes negligenciados pelas equipes envolvidas com este tipo de paciente.

Palavras Chave

Penectomia. Oncologia. Urologia.

Área

Complicações do tratamento oncológico (infertilidade, impotência, cistite ...)

Instituições

HSL PUC RS - Rio Grande do Sul - Brasil

Autores

ANNA MARIA GARCIA CARDOSO, RAFFAELA NASCIMENTO DE CARLI, MARINA PUERARI PIETA, MAURO THOMÉ LOPES, RAFAEL LUIZ DONCATTO, LUIZ PEDRO PALMAS HENDGES, GUILHERME SJOMAN DE BRUM, ANDREI CARDOSO CENTENO, GUSTAVO FRANCO CARVALHAL, JORGE ANTONIO PASTRO NORONHA