Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ESTRATEGIAS ATUAIS PARA O MANEJO DO CANCER DE PROSTATA OLIGOMETASTATICO

Resumo

INTRODUÇÃO: O câncer de próstata é o tumor maligno mais comum nos homens. No estágio avançado, pode apresentar-se como amplamente metastático ou oligometastático (OM), ambos com características biológicas distintas entre si. A oligometástase é um estágio intermediário entre doença localizada e metástases generalizadas (1-5 lesões). OBJETIVO:Analisar quais são as estratégias atuais de tratamento para o câncer de próstata OM. METODOLOGIA:Revisão da literatura do tipo integrativa, com artigos da plataforma PUBMED, adotando-se os descritores: Prostate cancer, Treatment, Oligometastasis. RESULTADOS:Os artigos sugerem que pacientes com neoplasia OM obtêm boa resposta clínica da terapia direcionada à metástase. Observou-se que as células tumorais, que originam lesões OM, ainda não possuem todo o seu potencial metastático, possibilitando um tratamento local com intenção curativa. O ensaio clínico de avaliação de eficácia de drogas (STAMPEDE) observou que a radioterapia dirigida à OM e direcionada à próstata produz remissão da terapia de privação de andrógeno, pois a radioterapia para o tumor primário melhora a sobrevida dos doentes com OM sensível a hormônios recentemente diagnosticado. Já o estudo SABR-COMET mostrou que a radioterapia ablativa estereotáxica (SABR) direcionada a metástases aumentou a sobrevida geral para cânceres OM em vários tipos de tumores. O estudo de Chad Ritch mostrou que a base do tratamento para o câncer de próstata metastático sensível ao hormônio é a terapia de privação de andrógenos (ADT). No entanto, evidências recentes demonstram que a adição de quimioterapia ou acetato de abiraterona à ADT resulta em vantagem significativa na sobrevida em comparação com a ADT isolada. Além disso, vários ensaios clínicos randomizados de fase III mostraram benefícios de sobrevida com a adição de docetaxel ou abiraterona à ADT em pacientes com câncer de próstata metastático sensível ao hormônio. Assim, embora a terapia sistêmica continue sendo o padrão de tratamento, considera-se para casos selecionados o uso da radioterapia associada à ADT ou prostatectomia radical.CONCLUSÃO:As terapias locais, como prostatectomia e radioterapia, podem ser realizadas com segurança na presença de doença metastática e podem prevenir a necessidade de futuros tratamentos paliativos. Da mesma forma, as terapias direcionadas à metástase apresentam baixo risco de toxicidade e fornecem excelente controle local.

Palavras Chave

Câncer de próstata; Tratamento; Oligometástase.

Área

Câncer de Próstata Metastático

Instituições

Universidade Federal de Ouro Preto - Minas Gerais - Brasil

Autores

GLÁUCIA MARIA SENHORINHA, DOUGLAS DANIEL DOPHINE, ANA LUIZA SOUTO DO NASCIMENTO, KATHLEEN EMERICK PAIVA FARIA, ANTONIO ANTUNES NETO, INGRID MORSELLI SANTOS, JÉSSICA ARIANE FREITAS DOS SANTOS, MARINA NEVES RAMOS