Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

O IMPACTO DA PROSTATECTOMIA RADICAL NA QUALIDADE DE VIDA DE PACIENTES COM CANCER DE PROSTATA

Resumo

Introdução: O câncer de próstata possui uma alta incidência no mundo. No Brasil, é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma) e a segunda neoplasia em causa de morte. Atualmente, o método considerado curativo para esse câncer é a cirurgia denominada prostatectomia radical, que apesar de ser padrão ouro no tratamento e sobrevida dos pacientes, também causa efeitos adversos importantes trazendo alterações no bem-estar físico e emocional, assim como, na sua qualidade vida em geral.
Objetivos: Avaliar o impacto da prostatectomia radical na qualidade de vida masculina após a realização do procedimento.
Métodos: A presente revisão objetivou, baseando-se nas diretrizes PRISMA, avaliar qualitativamente o que abordam as literaturas selecionadas sobre o impacto da prostatectomia radical na qualidade de vida de pacientes com câncer de próstata. Tal pesquisa sistemática alargada avaliou artigos publicados até 1 de abril de 2021 em PubMed Central, Instituto Nacional do Câncer e The Scientific Electronic Library Online. Câncer de Próstata, Qualidade de Vida, Prostatectomia Radical e Saúde do Homem foram algoritmos de pesquisa.
Resultados: As análises feitas pelo presente estudo identificaram que a prostatectomia foi benéfica na sobrevida câncer-específico, contudo os homens submetidos a prostatectomia radical apresentaram de efeitos colaterais principais a disfunção erétil e incontinência urinária, onde a última pode ser ocasionada por outras formas de tratamento. Em relação a qualidade de vida, os pacientes apresentaram altos índices nas escalas funcionais e global de saúde e baixos na sintomatologia. Houve alterações significativas na saúde mental, tendo em vista, que a presença de sintomas urinários causa um sofrimento grave nos pacientes, o que resulta na diminuição da capacidade sexual, causando assim, prejuízo nas relações com parceiras e ocasionando o aumento de sentimentos depreciativos, tais como vergonha, culpa e por conseguinte a diminuição da autoestima. Portanto, necessita de atenção e cuidados especiais.
Conclusões: Conclui-se, que os homens participantes deste estudo que foram submetidos a prostatectomia radical possuem prejuízos importantes na qualidade de vida em alguns aspectos se comparados às que não foram submetidas a tal procedimento. Com isso, evidencia-se a importância da oferta de intervenções educativas e apoio multiprofissional pautados na melhorara da qualidade de vida desses pacientes.

Palavras Chave

câncer de próstata; qualidade de vida; prostatectomia radical; saúde do homem

Área

Complicações do tratamento oncológico (infertilidade, impotência, cistite ...)

Instituições

Centro Universitário Inta (UNINTA) - Ceará - Brasil

Autores

PAULA ANDREA TRAVECEDO RAMOS, GILBERTO DANIEL TRAVECEDO RAMOS, KAMYLLA DE FÁTIMA FARIAS ROCHA, NATHAN ANTUNES DE ANDRADE