Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

MORTALIDADE POR NEOPLASIA MALIGNA DA PROSTATA NO NORTE, NORDESTE E CONTEXTO NACIONAL: PERFIL EPIDEMIOLOGICO DE 2015 A 2019

Resumo

INTRODUÇÃO: O Câncer de Próstata (CP) é uma neoplasia com alta incidência e mortalidade, sendo a segunda neoplasia com maior mortalidade entre os homens. O rastreio é realizado em homens acima de 50 anos ou em homens a partir de 45 anos se de raça negra ou se parente de primeiro grau com história de câncer de próstata - principais fatores de risco. OBJETIVOS: Analisar a mortalidade por CP em homens acima de 40 anos, entre o Norte (NT), o Nordeste (NE) brasileiros e o Brasil, em números absolutos e coeficiente de mortalidade a cada 1.000 homens acima de 40 anos. METODOLOGIA: Estudo descritivo e quantitativo, comparativo entre a mortalidade por CP entre o NE, o NT e Brasil, de 2015 a 2019, em sexo masculino acima de 40 anos; informações epidemiológicas da plataforma DATASUS; Excel 2019 utilizado para cálculos. Artigos, de 2016 a 2021, pesquisados nas bases de dados BVS e United States National Library of Medicine, com palavras-chaves “câncer de próstata” e “rastreio câncer de próstata”. Coletas feitas em 02 de maio de 2021. RESULTADOS: No Brasil, houve aumento de 10,44% no número absoluto de mortes por neoplasia maligna da próstata de 2015 a 2019. Ao mesmo período, elevação de 9,91% no NE e 3,31% no NT. Das mortes por CP, de 2015 a 2019, no Brasil, 5,72% ocorreram no NT; 28,04%, no NE. O coeficiente de mortalidade de neoplasias malignas da próstata no Brasil foi de 0,42 em 2015, 2016, 2018 e 2019; 0,43 em 2017. A taxa de mortalidade na região NE foi de 0,48 em 2015, 2016, 2018 e 2019; 0,49 em 2017. No NT, 0,33 em 2016 e 2019; 0,34 em 2018; 0,37 em 2015 e 2017. O NT tem uma porcentagem de homens acima de 40 anos (28,91%) menor que o NE (33,71%) e menor que a média nacional (36,84%). CONCLUSÃO: A região NT prevalece com taxas abaixo, em todos os anos, das nacionais e NE; a região NE se mantém em alta em todos os anos, acima da média nacional. Há clara a necessidade de melhor ciência dos fatores de risco em cada região, a fim de promover análise regional e tratamento multidisciplinar.

Palavras Chave

“câncer de próstata” e “rastreio câncer de próstata”.

Área

Câncer de Próstata Localizado

Instituições

Centro Universitário de João Pessoa - UNIPÊ - Paraíba - Brasil

Autores

EDUARDO PIMENTEL CARNEIRO BRAGA , MAURÍCIO VASCONCELOS VALADARES NETO, LUCIANO GONÇALVES DO NASCIMENTO JÚNIOR, FERNANDO DE PAIVA MELO NETO , DAVI RODRIGUES DE SOUSA , MARIANA VIEIRA FALCÃO, ANA CLARA RUFINO SAMPAIO MENDES , BRUNA FURTADO GAMBARRA , JOÃO RAFAEL PEREIRA BEZERRA CAVALCANTI, FILIPE EDUARDO AGUIAR COSTA FILHO