Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

NEFRECTOMIA CITORREDUTORA NO TRATAMENTO DO CANCER RENAL METASTATICO

Resumo

INTRODUÇÃO: O carcinoma de células renais é a forma mais comum de câncer nos rins, sendo responsável por aproximadamente 3% de todos os casos de tumores malignos. Cerca de 40% dos pacientes já se apresentam com doença metastática ao diagnóstico, cujo tratamento tradicional tem sido a combinação da nefrectomia citorredutora (NC) e a terapia sistêmica direcionada. No entanto, novos estudos sugerem uma falta de benefício de sobrevivência para a NC. OBJETIVOS: Avaliar o papel atual da NC no tratamento do câncer renal metastático na era moderna da terapia alvo (TA) molecular. MÉTODOS: Trata-se de uma revisão de literatura com busca nas bases de dados PubMed e Google Scholar, usando os seguintes termos de busca: “nefrectomia citorredutora” e “câncer renal metastático”. RESULTADOS: A estratégia de busca permitiu a identificação de dois estudos prospectivos randomizados recentes que investigaram a necessidade e sequência da NC na era da TA molecular. O estudo CARMENA testou o benefício da NC imediata seguida de sunitinib versus sunitinib sozinho. O estudo mostrou que o sunitinib sozinho não resultou em sobrevida inferior quando comparado a NC seguida de sunitinib, mesmo tendo recrutado apenas 450 pacientes dos 576 estipulados. No braço da NC, 16 pacientes (7.1%) não foram submetidos a cirurgia e 40 (17.1%) não receberam terapia com sunitinib. No braço da TA isolada, 11 pacientes (4.9%) não receberam o medicamento do estudo. Além disso, 44.4% dos pacientes do grupo da NC preenchiam critérios de prognóstico desfavorável, isto é, não seriam submetidos ao tratamento cirúrgico citorredutor, salvo em casos de paliação de sintomas refratários relacionados à presença do tumor primário. O estudo SURTIME, por sua vez, tem por objetivo avaliar o melhor momento para a NC em pacientes submetidos à terapia sistêmica com sunitinib. Os pacientes foram randomizados em NC imediata seguida de sunitinib versus três ciclos de sunitinib seguido por NC e sunitinib. Assim como o CARMENA, o SURTIME apresentou dificuldade para o recrutamento dos pacientes, ainda assim não foram observadas diferenças significativas em sobrevida entre os dois grupos. CONCLUSÃO: Em vista dos dados atuais, a NC deve permanecer como parte integral da abordagem multidisciplinar do câncer renal metastático, sendo considerada em casos selecionadas, priorizando pacientes com bom desempenho clínico e baixo volume de metástases ou boa resposta a terapia sistêmica inicial.

Palavras Chave

Neoplasias renais, Nefrectomia, Carcinoma de células renais

Área

Câncer de Rim

Instituições

Faculdade de Medicina Nova Esperança (FAMENE) - Paraíba - Brasil

Autores

FILIPE PINTO DE OLIVEIRA, ISADORA PEREIRA BRITO, MARIA EDUARDA PINHEIRO SANTOS, MARIANA VIEIRA FALCÃO, DAVI RODRIGUES DE SOUSA, YGOR FERNANDES DE ALBUQUERQUE , MAX MATIAS MARINHO JÚNIOR, GABRIELA LYGIA ALBUQUERQUE VASCONCELOS DE CARVALHO