Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Panorama epidemiológico de internação por câncer de próstata em pacientes geriátricos no Brasil na última década

Resumo

Introdução: O câncer de próstata (CP) é um tumor superficial e os seus fatores de risco estão associados a idade, hereditariedade e cor/raça, sendo considerado o segundo tipo mais prevalente em homens, principalmente acima dos 65 anos. Objetivo: Descrever o perfil epidemiológico das internações hospitalares por câncer de próstata no Brasil entre os anos de 2010 a 2020. Metodologia: Realizou-se um estudo descritivo transversal, utilizando a base de dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), no mês de abril, filtrando por faixa etária, raça/cor, região, internações hospitalares relacionadas ao câncer de próstata. Resultados : Ocorreram 311.684 internações por câncer de próstata no período estudado. Destas, 261.248 (84%) entre pacientes geriátricos. Por faixa etária, entre 60 a 69 anos 119.639 internações, sendo 64.185 (53%) na região Sudeste, 26.523 (22%) na Nordeste, 18.715 (15%) na Sul, 7.303 (0,06%) na Centro-Oeste e 2.913 (0,02%) na Sul. Por raça/etnia, 45.993 (38%) internações ocorreram em brancos, 42.078 (39%) pardos, 9.633 (0,08%) pretos, 1.498 (0,01%) amarelos e 27 indígenas. De 70 a 79 anos ocorreram 99.422 internações, sendo 49.309 (49%) na região Sudeste, 24.004 (24%) na região Nordeste, 16.505 (16%) na região Sul, 6.579 (0,06%) na região Centro-Oeste e 1.663 (0,01%) na Norte. Por raça/etnia, 37.846 (38%) internações eram de brancos, 35.573 (35%) pardos, 6.977 (0,07%) pretos, 1.183 (0,01%) amarelos e 14 indígenas. E com 80 anos ou mais 42.187 internações, sendo 20.779 (50%) na região Sudeste, 9.636 (22%)na Nordeste, 7.012 (0,16%)na Sul, 3.098 (0,07%) na Centro-Oeste e 1.662 (0,03%) na Norte. Por raça/etnia, 16.569 (39%) internações eram de brancos, 13.967 (33%) pardos, 2.797 (0,06%) pretos, 572 (0,01%) amarelos e 23 indígenas. Conclusão: No período estudado os pacientes geriátricos representaram os maiores índices de câncer de próstata, predominando os maiores casos entre os 60 e 69 anos. A região Sudeste brasileira registrou os maiores casos de internação, justificado por ter maior densidade demográfica, seguido por Nordeste. A raça/etnia branca apresentou maiores casos de internação por câncer de próstata, seguida pela parda e preta. Dessa forma, campanhas de prevenção ao câncer de próstata como “Novembro Azul”, realizada em todo o Brasil e o exame retal, a partir dos 50 anos, são medidas que devem ser enfatizadas na sociedade visando o diagnóstico precoce do CP.

Palavras Chave

Câncer de próstata; Epidemiologia; Internações.

Área

Câncer de Próstata Localizado

Instituições

Universidade Luterana do Brasil - Rio Grande do Sul - Brasil

Autores

BÁRBARA FRANCCESCA BRANDALISE BASSANI, VANESSA FEISTAUER, VITÓRIA DE AZEVEDO, SABRINA AMARAL RESCHKE, IZADORA COL DEBELLA SCHEFFER DELLA BONA, PAULO ROBERTO CARDOSO CONSONI