Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ANALISE DOS PACIENTES COM CANCER RENAL ACOMPANHADOS PELO SERVIÇO DE UROLOGIA DO HOSPITAL GERAL DE FORTALEZA NO PERIODO DE 2018 A 2021 , COMPARAÇAO ENTRE PERIODO PRE PANDEMIA E PANDEMIA

Resumo

O câncer de renal tem incidência de 7 a 10 casos a cada 100.000 habitantes
A maioria dos pacientes são diagnosticados por “incidentaloma” após exames de imagens por outros motivos²
O tratamento adequado com intenlção curativa é basicamente cirúrgico, sendo a mortalidade relacionada com seu estadiamento e outros fatores²
A pandemia trouxe sobrecarga do sistema.


OBJETIVO GERAL

Avaliar o impacto da pandemia sobre o estadiamento dos pacientes diagnosticados com neoplasia renal no Hospital Geral de Fortaleza no período pré pandemia e durante a pandemia por Covid 19

OBJETIVO ESPECÍFICO

Avaliar e comparar achados histopatológicos entre o período pré pandemia e pandemia

Avaliar e comparar incidência de complicações entre o período pré pandemia e pandemia

comparar técnicas cirúrgicas utilizadas

METODOLOGIA

Tipo de estudo
Coorte retrospectivo (período de julho de 2018 a outubro de 2021)

Avaliação do prontuário dos pacientes e dos laudos histopatológicos dos pacientes com diagnóstico de neoplasia renal atendidos no hgf durante o período do estudo

Os dados foram exportados para sofware spss v 20.0.Foram utilizados adotando um intervalo de confiança de 95%, utilizado p< 0,05

CRITÉRIOS DE INCLUSÃO

Pacientes com diagnóstico confirmado por estudo histopatológico de neoplasia renal atendidos no HGF durante o período do estudo


CRITÉRIOS DE EXCLUSÃO

Pacientes que não tenham o registro do laudo histopatológico completo no prontuário

Pacientes que tenham perdido seguimento clínico

De 107 analisados restaram 57 pacientes para o estudo

RESULTADOS

Houve aumento no número de atendimentos expressivo entre o grupo pré pandemia (19 pacientes) e pandemia (39 pacientes), com significância estatística
Quando analisamos achados estadiamento, quando analisado em grupo, não há significância estatística, apesar de o grupo pandemia apresentar elevado número de pacientes com estádio 1 (65,8% pandemia e 55,6% pré pandemia)
A Histopatologia mais prevalente foi neoplasia de células claras, sendo oncocitoma a segunda mais prevalente no período pré pandemia e o carcinoma papilar tipo 2 o segundo no período de pandemia

o grau histológico de fuhrman teve tendência maior de grau 2 no período pandemia (10) em relação ao pré pandemia (2) , o restante manteve padrão e não teve significância estatística.

CONCLUSÃO
Houve um aumento significativo no número de pacientes acompanhados no período pós pandemia em comparação com o período pré pandemia
Não houve diferença estatística no estadiamento entre os grupos analisados

Palavras Chave

rim, neoplasia renal, tumor renal, pandemia, nefrectomia, biópsia renal, histologia

Área

Câncer de rim

Instituições

Hospital Geral de Fortaleza - Ceará - Brasil

Autores

LUCAS DE OLIVEIRA LIMA, MANUELA GOMES DA COSTA CAXILÉ, TADEU JOSÉ FONTENELE LEITE CAMPOS, FRANCISCO EUGENIO DE VASCONCELOS FILHO, MARCOS FLAVIO HOLANDA ROCHA, ANDRE COSTA MATOS LIMA